Notícia

ESPR

Projeto ESPR

Projeto Educação para a Segurança e Prevenção de Riscos reinicia a atividade com reunião das entidades parceiras.

No dia 04 de setembro de 2019 as entidades parceiras do projeto Educação para a Segurança e Prevenção de Riscos deram início à sua intervenção no ano letivo 2019/2020, com a habitual reunião de início de ano letivo, onde preparamos a estratégia de intervenção para este ano letivo e realizamos um balanço do trabalho realizado no pretérito ano, numa parceria entre a Secretaria Regional de Educação, Associação Insular de Geografia, Serviço Regional de Proteção Civil, Secretaria Regional da Saúde, Direção Regional de Educação, Serviço de Defesa do Consumidor.

Relativamente ao trabalho desenvolvido, merece especial destaque o facto deste projeto ter sido um dos três nomeados pela Comissão Nacional da UNESCO para o Prémio UNESCO de Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS), um galardão criado pelo Conselho Executivo da UNESCO que visa reconhecer e divulgar projetos ou programas inovadores e de elevado impacto no âmbito da EDS a nível mundial.

No passado ano letivo, foram realizados 53 exercícios/simulacros de evacuação ou abrigo, no âmbito da implementação dos Planos de Prevenção e Emergência das escolas e da aplicação das respetivas medidas de prevenção e autoproteção.

A ação dos Delegados de Segurança, alicerçada na formação e nos materiais pedagógicos desenvolvidos pelos parceiros, permitiu que cerca de 24 000 alunos (do 1º ao 9º ano) abordassem, no currículo não formal, temáticas relacionadas com a segurança, tais como, o plano de emergência familiar, os gestos que salvam vidas, normas e medidas de segurança de pessoas e bens, riscos naturais e tecnológicos, segurança rodoviária, entre outros temas. Segundo os dados apurados, cada turma usufruiu em média de 6.6 horas da implementação destes temas em sala de aula.

Paralelamente, foram realizadas 100 sessões denominadas “Segurança em Casa na Rua e na Escola”, vocacionadas especificamente para prevenção e autoproteção face aos riscos naturais e tecnológicos, abrangendo 5492 pessoas.

Dentro das competências específicas de cada parceiro, e por solicitação dos estabelecimentos de ensino, foram ainda realizadas outras 25 ações de sensibilização, que abordaram temas ou problemas mais específicos e relevantes para a escola em causa ou para o território envolvente.

No âmbito das atividades de caráter pontual, foi celebrado o dia da Proteção Civil (1 de Março), com a participação na mostra de meios e nas atividades realizadas na cidade do Funchal e promovida a participação das escolas no exercício nacional “A Terra Treme”, que procura alertar para as medidas de autoproteção em caso de sismo.

Para o próximo ano letivo, ficou estabelecido o compromisso das entidades parceiras de manter a linha de atuação que o projeto tem vindo a apresentar, estando já programado para o dia 27 de setembro, o início da formação dos novos Delegados de Segurança. Relativamente à intervenção das entidades nas escolas através de sessões, exercícios, simulacros ou outras ações, far-se-á a partir de meados de outubro, de modo a não perturbar o regular início do ano letivo.

ESPR

Data de Publicação:

05 Set, 2019 às 11:38

(Editado: 05 Set, 2019 às 12:57)

Partilhar:

Imagens e Vídeos:

Ver Todas as Notícias

Contacte-nos

Segunda a Sexta
(9h30 às 13h00 / 14h00 às 17h30)

Morada

Rua São João De Deus 40 S
9300-041 Câmara de Lobos

Telefone

(+351) 291 944 757